Garoto de 14 anos cria bonecos de pelúcia e alegra a vida de crianças internadas em hospitais

Como sempre dizemos, os pequenos gestos de solidariedade, por mais insignificantes que possam parecer, podem nos surpreender e mostrar o verdadeiro significado da vida. Atos de bondade aparentemente sem muita importância podem fazer uma enorme diferença na vida de pessoas que não têm nada ou que buscam um alento para seguir em frente em momentos de dificuldade.

Campbell Remess, um adolescente australiano de apenas 14 anos, é um claro exemplo de que ainda há uma maioria de pessoas do bem neste mundo e, talvez mais importante, que é possível acreditar nas novas gerações. Campbell se dedica a criar bonecos de pelúcia e a doá-los a crianças e adultos internados em hospitais. E, após ler a história, no final deste post você poderá conferir, como bônus, as imagens de pura felicidade de pessoas que foram presenteadas com o resultado de seu trabalho.

O  ficou encantando com essa pequena, mas bela ação, por isso decidiu mostrá-la a você, leitor.

A origem de sua inspiração

Tudo começou quando Campbell tinha somente nove anos. Era Natal e ele queria fazer algo para as crianças que iriam passar aquela data tão importante hospitalizadas. Assim, pensou em comprar alguns brinquedos para trazer a elas um pouco de felicidade. O menino, então, contou aos pais sobre sua ideia e eles, por sua vez, lhe explicaram que seria muito difícil pôr em prática uma sugestão como aquela, que teria um custo enorme e eles não dispunham de tanto dinheiro naquele momento — ao todo, são nove filhos! Mas, mesmo diante dessas dificuldades, os pais sabiam da importância de manter acesa, no filho, a chama da solidariedade. Assim, decidiram pensar, com ele, em uma forma de ajudar as crianças.

O início de uma grande iniciativa

Campbell decidiu, então, aprender a costurar para poder dar presentes feitos por ele mesmo aos pequenos. Assim, inspirado em tutoriais que pesquisou na Internet, começou a pôr em prática a ideia. Com o dinheiro das economias que possuía, comprou as matérias-primas de que precisava e, após cerca de cinco horas de trabalho, terminou seu primeiro animal de pelúcia. O resultado não foi muito bom, mas o garoto sabia que, com esforço e muita prática, conseguiria belos trabalhos e, assim, poderia dar a cada criança um presente por ano. Seria uma forma de alegrar seus corações.

Uma iniciativa que atravessou fronteiras

Com a melhoria dos resultados, o trabalho começou a fazer sucesso e a ganhar notoriedade. Mais que isso: o gesto de solidariedade de Campbell ultrapassou as fronteiras da Austrália e se tornou conhecido em vários países, comovendo pessoas no mundo inteiro. Ao mesmo tempo, a qualidade de seus bonecos de pelúcia foi melhorando com a prática. Após a conclusão de cada trabalho, o jovem se sentia recompensado e motivado a seguir em frente. A ideia que havia começado pequena estava tomando um caminho muito claro e, por fim, se formalizou e ganhou até um site, o Projeto 365, no qual é possível conferir o trabalho de Campbell, os bonecos que produz e, claro, a felicidade de quem é presenteado com os bonecos de pelúcia.

O sucesso e os sonhos por trás de cada trabalho

Anos após ter iniciado seu projeto, o jovem já contabiliza a impressionante marca de mais de 1.400 bonecos de pelúcia confeccionados e doados. Alguns de seus trabalhos são personalizados e levam, em uma das patas, o nome das crianças que serão presenteadas. Os pequenos que recebem os bichos reagem com um grande sorriso no rosto e muitas vezes enviam a Campbell cartas agradecendo pelo gesto de carinho. Mas, para o garoto, a alegria, em si, já é a maior recompensa e fazer a felicidade das pessoas, ainda que por um momento, já faz toda diferença.

Um boneco especial

Mas, por uma ironia do destino, o pai do jovem foi diagnosticado há alguns anos com câncer — um tumor do tamanho de uma bola de tênis. E, como é de se imaginar, Campbell fez o seu melhor para dar ao seu pai um boneco de pelúcia muito especial. Ao que tudo indica, o trabalho acabou fazendo a diferença, já que, depois de algum tempo, a doença foi eliminada. O garoto que tanto trabalhou para ajudar pessoas doentes teve, assim, uma espécie de retribuição por sua bondade.

Ele dá sempre o seu melhor

Embora tudo tenha começado as economias que Campbell havia juntado, seu trabalho comoveu muita gente que passou, de forma espontânea, a oferecer doações em dinheiro para ajudar a causa. Hoje, é possível apoiar financeiramente o projeto clicando em um link do site. Também é possível doar materiais para confeccionar as pelúcias. O entusiasmo e a perseverança do jovem parecem ser inesgotáveis e cada sorriso parece motivá-lo ainda mais, em uma espécie de ciclo de bondade que parece não ter prazo para acabar.

Bônus: costurando sorrisos para crianças hospitalizadas

1.

2.

3.

4.

5.

6.

Gostou do projeto de Campbell? Conhece algum trabalho parecido com o dele? Que tal mostrar para os outros leitores na seção de comentários? Vamos criar uma corrente do bem!

Imagem de capa Project 365 By Campbell / Facebook, Project 365 By Campbell / Facebook

↓ Imprensa «Like» e obter os melhores posts no Facebook ↓

Garoto de 14 anos cria bonecos de pelúcia e alegra a vida de crianças internadas em hospitais